Storytelling: por que você precisa usar na produção de conteúdo agora mesmo
5 (100%) 3 votos

Produzir conteúdos para a web nos leva a buscar sempre aprimorar nossos conteúdos e nossas habilidades de escrita. Quanto mais aperfeiçoados, mais agradamos. Concorda?

O marketing de conteúdo possui várias técnicas interessantes que nos possibilitam atingir esse objetivo. Uma delas chama-se storytelling.

Storytelling é o ato de passar um conteúdo por meio de histórias contadas, seja por palavras, imagens, áudio.  É uma tática usada no marketing com fins de conquistar clientes e gerar mais engajamento com a marca. Assim, envolve também noções de copywriting e de produção de conteúdo.

Você quer conquistar o leitor e alegrar o cliente? Então continue a leitura e entenda mais sobre essa técnica.

 

 

Por que usar o storytelling?

Falando de uma maneira direta, esse é um jeito simples de fazer alguém se identificar com uma marca.

Mas como?

As histórias criam conexões e ensinam. Não é à toa que são usadas parábolas e fábulas para educar crianças e transmitir valores.

Histórias mexem com as emoções. E as pessoas compram, geralmente, pela emoção.

Pelo olhar da psicologia, o ser humano sente necessidade de se ver pertencente a um grupo. Isso é evolutivo. Ao assistir a filmes e ler histórias, incontrolavelmente ele procura um lado a se identificar. Quer ver só?

Na infância, você já assistiu Tom & Jerry sem torcer para um deles? Tinha um Power Ranger favorito? Se você leu Harry Potter, você, possivelmente, procurou alguma casa pra se identificar e chegou a se imaginar em Hogwarts. E você, fã de Star Wars, é mais Sith ou Jedi?

Já parou pra pensar por que música de “sofrência” faz sucesso? Porque muita gente se identifica com a letra. É a persona que tem uma desilusão amorosa (e quem nunca, né?). Se você gosta de Queen, duvido que nunca tenha escutado “I want to break free” sem se lembrar de alguém.

Percebeu como estamos sempre nos envolvendo nos contextos com os quais nos identificamos?

E é aí que no storytelling , a história pega o leitor, faz ele se identificar com a marca ou serviço, gera conexão e produz sentimentos. Esse encadeamento todo gera vantagens:

  • Produz empatia;
  • Aumenta a probabilidade de fidelidade com o produto;
  • Inspira a tomar alguma ação;
  • Leva o leitor a ter curiosidade de saber como a história termina, aumentando, assim, o tráfego orgânico e o engajamento;
  • Quando alguém se envolve muito em uma história, maior a probabilidade de essa pessoa ser modificada.

 

Como usar o storytelling na produção de conteúdo?

Conte o que as pessoas querem ouvir.

A história tem que ter um objetivo e fazer com que o leitor se identifique com algo. O objetivo está ligado ao que a empresa oferece. Assim, uma mesma história dificilmente será contada por empresas diferentes.

É fundamental a definição da persona, com todas as suas características e seus problemas. É com essa persona que o leitor irá buscar a identificação. Com isso, conhecer bem as angústias do público-alvo é fundamental para montar a persona ideal.

Como toda história, no storytelling há o desenvolvimento da narrativa e um final. No desenvolvimento é quando os problemas estão acontecendo. Certifique-se de, nessa parte, validar todos os sentimentos da persona. É necessário que o leitor se sinta acolhido e perceba que sua angústia pode ser um motivo impulsor para buscar a mudança que lhe falta.

No final, tudo terá que ser resolvido. A persona terá seus problemas solucionados. A solução? Ela terá a ver com o conceito da marca. A pessoa entenderá, de uma forma sutil, que adquirir o produto ou serviço trará a superação que ela busca.

E então? Pronta para inovar com o storytelling no seu conteúdo?

Gostou do artigo? Então você vai gostar também de ler sobre as razões para acreditar que copywriting é uma ramo lucrativo.