Site icon Meu Redator

Como conseguir clientes no Instagram: aprenda 10 técnicas

Você sabia que dá para prospectar clientes no Instagram? Essa tendência está em alta aqui no Brasil, e os resultados realmente são animadores.

O Instagram é uma rede social em constante transformação. No início, seu único objetivo era compartilhar imagens com pequenos textos. Hoje, porém, ela é capaz de compartilhar experiências inteiras. É por isso que não para de crescer.

Vale notar, no entanto, que nem todas as empresas conseguem bons resultados nessa rede social. A razão disso é o público típico da plataforma, que muitas vezes não bate com o público para o qual o produto foi desenhado.

Está um pouco perdido? Fique tranquilo, neste conteúdo vamos te ensinar tudo sobre esse tema!

Por que o Instagram é interessante?

Na hora de divulgar uma marca, o ideal é apresentá-la à maior quantidade de pessoas possível. Para isso, usamos diversas técnicas de marketing, tanto digital quanto tradicional.

Já imaginou se você pudesse apresentar sua marca somente a pessoas interessadas? Ou seja, ao invés de distribuir panfletos para todo mundo, você só daria um panfleto às pessoas que realmente vão gostar de recebê-lo. 

Esse é o princípio básico do marketing digital.

As redes sociais acumulam muita informação de usuários. Você pode acessar esses conhecimentos e usá-los a seu favor, assim como o próprio mecanismo da rede.

Três grandes vantagens do Instagram são:

Vamos discutir um pouco cada um deles.

É gratuito para usar

As redes sociais, de forma geral, são de fácil acesso, sem nenhuma cobrança para usar a plataforma. No caso do Instagram, as estruturas tanto para usuários comuns quanto para empresas são de graça.

Ou seja, você terá as melhores ferramentas do mercado ao lado de seu negócio, e só vai pagar pelos serviços que usar – geralmente de tráfego pago.

Portanto, não existe uma boa justificativa para não usar esse canal de comunicação.

Possui muitos usuários

É quase impossível encontrar alguém que não tenha o app do Instagram instalado no celular. Mais difícil ainda é ver uma pessoas que não possui conta nessa plataforma, mesmo que inativa.

Isso significa, portanto, que a maioria esmagadora das pessoas com acesso à internet também navegam no Instagram. Em outras palavras, os integrantes do seu público-alvo com certeza usam essa rede social – mas nem sempre são maioria, algo que vamos ver nas próximas seções.

Então, se você entender a forma de funcionar do algoritmo, certamente vai conseguir divulgar sua marca para muitas pessoas rapidamente.

Alcança milhares de pessoas

Por último, temos o tremendo alcance do Instagram, mas que também ocorre nas demais redes sociais. Mesmo que seu post seja ruim, ele vai alcançar, no mínimo, 30 pessoas.

Fazendo paralelo com uma loja de roupas, isso significa, em resumo, que 30 pessoas entraram em sua loja e olharam seus produtos.

Quando falamos em tráfego pago, os números são ainda maiores. Uma campanha básica costuma atingir milhares de pessoas todos os dias. E o investimento costuma ser baixo, a depender do nicho e ticket médio do negócio.

Facebook ou Instagram, em qual atuar mais?

O Facebook é uma rede social antiga, fundada em 2004, servindo para conectar estudantes de graduação. Porém, rapidamente tomou proporções gigantescas, batendo sua marca de 1 bilhão de usuários poucos anos após sua fundação.

Em 2011, a empresa comprou o Instagram e WhatsApp, passando a usá-las como “extensões” do Facebook. No entanto, o Instagram tem se mostrado mais promissor que o próprio Facebook, tendo crescido muito nos últimos anos.

Nesta seção, vamos discutir os seguintes assuntos:

Não deixe de ler mais informações nas próximas seções.

Público do Facebook

No início das atividades, o Facebook era composto, majoritariamente, por pessoas entre 20 e 35 anos. Isso faz muito sentido, quando pensamos nos estudantes universitários.

Todavia, as métricas coletadas em 2019 informam que essa rede social está sendo dominada pelos mais velhos. O público até 20 anos está migrando para outras plataformas, enquanto as pessoas acima dos 55 anos estão entrando.

Em 2015, por exemplo, 71% dos adolescentes americanos utilizavam a rede. Em 2021, esse número passou para 51%, apresentando uma queda expressiva.

Por outro lado, 65% das pessoas entre 50 e 64 anos são ativas na rede. Os 65+ é o público que mais cresce na plataforma.

Características do Instagram

O Instagram, ao contrário do Facebook, acabou chamando mais a atenção do público jovem. Não se sabe ao certo o motivo, mas o apelo visual sugere que esse tipo de conteúdo seja mais atrativo aos mais novos.

Em 2018, o Instagram atingiu seus 1 bilhão de usuários ativos, se tornando uma plataforma gigantesca de compartilhamento de informação. Por dia, são esperados 500 milhões de usuários ativos.

A grande diferença entre o Facebook e o Instagram é esta: da população total que usa o Instagram, 71% tem 35 anos ou mesmo. Portanto, é uma rede que faz muito sucesso entre o público mais jovem.

Há outra informação importante para conseguir clientes no Instagram: cerca de 83% dos usuários encontram novas marcas e produtos na rede social. Ou seja, estamos falando de uma plataforma de vendas, em última análise.

A melhor rede é…

Depende!

Quem vai dizer se é melhor conseguir clientes no Instagram ou Facebook é seu público-alvo. Afinal, os mais velhos estão cada dia mais envolvidos com o Face, enquanto os mais jovens preferem o Instagram ou TikTok.

Em última análise, devemos lembrar que uma campanha de sucesso faz uso de todos os canais de comunicação. Portanto, mesmo ao vender um produto para pessoas acima de 50 anos, vale a pena investir no Instagram.

Afinal, nem sempre quem compra é quem vai usar o produto.

Agora que você sabe os porquês de investir nessa rede social, vamos apresentar 10 técnicas para conseguir clientes no Instagram.

Como conseguir clientes no Instagram?

Existem diversas estratégias para conseguir clientes no Instagram. As mais utilizadas (e mais eficientes) são as seguintes:

Vamos explicar em detalhes cada um desses tópicos, nas próximas seções. Portanto, não deixe de ler todos eles!

1. Monte uma persona

Antes mesmo de criar seu perfil comercial no Instagram, você precisa estudar quem é seu público-alvo. Ou seja, quais são as características principais das pessoas que vão gostar de seus produtos.

Feita essa tarefa inicial, devemos sempre montar personas. Em resumo, uma persona é um integrante do público-alvo, só que ao invés de genérico, é uma pessoa fictícia com vários atributos.

Sua persona deve ter as principais dores de seus clientes. Assim fica mais fácil se comunicar com seu público. 

Caprice na hora de montar suas personas, atribuindo até mesmo uma imagem de rosto, se possível.

2. Use um perfil comercial 

Embora dê para atuar no Instagram apenas pelo perfil pessoal, isso não é nem de longe recomendado. Afinal, marketing digital diz respeito a testes, métricas e otimização. O perfil pessoal não oferece métricas – além de não ter ferramentas de marketing.

Para montar um perfil comercial no Instagram, será necessário uma página no Facebook. 

Lembre-se que ambas as redes são da mesma empresa, e estão mais unidas do que imaginamos.

3. Trabalhe os conteúdos de seu perfil

A ideia por trás das redes sociais é atrair clientes. No entanto, não dá para ir, um a um, no perfil das pessoas de interesse para seu negócio. Você precisa fazer o processo inverso: os clientes precisam ir até você, quando falamos em orgânico.

E para fazer isso, você precisa começar criando uma Bio para Instagram que conquiste os usuários que chegam ao seu perfil.

Além disso, a melhor estratégia para isso é investir em conteúdos de qualidade para seu perfil. Em suma, são materiais que agregam valor à vida de quem os consome, trazendo uma informação relevante para essa pessoa.

É aqui que suas personas entram em jogo.

Use suas personas para elaborar materiais de relevância para elas. Ao fazer isso, o próprio algoritmo da rede social vai difundir seu material, com base nos dados de reação que coletou.

4. Monte um calendário de publicações

Quando falamos em rede social, fica implícito que estamos tratando de engajamento. Engajamento requer uma relação cada vez mais próxima, e isso pede por constância.

O calendário de publicações é vital para manter a constância. Aliás, o Facebook oferece uma ferramenta para programar publicações, que pode ser usada gratuitamente.

Faça conteúdos com base em uma estratégia sólida de marketing, visando sempre um objetivo final. Ou seja, os materiais podem atrair pessoas, fomentar o compartilhamento, ter mais reações e até levar para links externos.

5. Aproveite o poder das enquetes

Os dados são de extremo valor para o marketing digital, assim como para o sucesso das campanhas de sua empresa. No entanto, não é fácil coletar dados, mesmo os mais básicos.

Um meio simples, barato e eficiente para isso são as enquetes.

Por meio dessas publicações, que podem ser interativas (stories) ou estática (post convencional) você consegue entender um pouco mais quem é seu público-alvo.

Vale lembrar, todavia, que seu público está sempre se atualizando. Ou seja, é vital estudá-lo constantemente, realizando atualizações nas características das personas.

6. Não se esqueça de usar o direct

Os consumidores estão cada dia mais impacientes. Em suma, não espere que vão copiar seu celular e te chamar no WhatsApp: se não tiver um botão na publicação, sua estratégia não vai converter.

No caso específico do Instagram, a rede social trabalha com o direct, uma espécie de Facebook Messenger. 

Quando uma oferta for publicada nessa rede, não se esqueça de ficar de olho nas mensagens privadas advindas do público. É comum isso acontecer, e a chance de fechar negócio é muito alta.

Uma mensagem no direct é equivalente a alguém ver a propaganda da sua loja em um outdoor, se interessar pelo produto ofertado, ir até sua loja e perguntar a um atendente sobre o produto.

7. Use anúncios para conseguir clientes

Uma estratégia fenomenal para conseguir clientes no Instagram são os anúncios patrocinados. Com eles, você vai apresentar os produtos certos para as pessoas certas, podendo alcançar um faturamento incrível.

Ademais, você pode distribuir conteúdos para pessoas que se interessem por eles, através do botão “Turbinar” da rede. Isso facilita o crescimento de seu perfil, atraindo ainda mais usuários.

Então, se você quer vender, deve usar o Gerenciador de Anúncios do Facebook; se quer crescer o perfil, use o botão “Turbinar” dentro da rede.

8. Faça lives demonstrando os produtos

A experiência de compra é muito complexa: ela não é somente escolher um produto e pagar por ele. Na verdade, usamos os cinco sentidos para decidir se vamos ou não comprar um determinado produto.

Acredite: até mesmo o cheiro do item faz uma grande diferença. Ou vem me dizer que você não gosta de cheirinho de carro novo?

Nas vendas online, estamos limitados à visão e audição. Uma maneira de diminuir esse problema é realizar lives de demonstração. Se você vende serviços, explique os  porquês de os espectadores contratarem sua empresa.

9. Recompense seus seguidores

Você precisa recompensar seus seguidores para estreitar relações, e isso pode ser feito de diversas maneiras. A mais usual, por exemplo, é através de sorteios online – que podem ser feitos durante as lives.

Em suma, você precisa oferecer algo em troca da fidelidade dos seguidores. Ou seja, amostras de produtos ou até informações relevantes já servem.

Tome cuidado com a maneira que seus sorteios são executados.

10. Use influencers para conseguir clientes no Instagram

Por fim, vale a pena utilizar influenciadores para conseguir clientes no Instagram. Afinal, uma estratégia dessa natureza consegue direcionar facilmente um grande fluxo de pessoas interessadas em seus produtos.

No entanto, leve em conta os influenciadores pequenos também. Essas pessoas, embora quase não tenham seguidores, contam com uma comunidade bastante fiel

Você sabia que tem como aproveitar os conteúdos de seu site no Instagram? Nós da Meu Redator trabalhamos com um pacote com essa funcionalidade. Assim, além de melhorar seu SEO, você também engaja seus seguidores.

Dê uma olhadinha em nossos pacotes de criação de conteúdo!

Escrito por:



Juliano Franco Duarte
CTO – Meu Redator

Sair da versão mobile