Escrito por: Karol T.

Com pouco tempo trabalhando como redatora freelancer no Meu Redator, cada dia é uma novidade. 

A verdade é que tudo tem sido uma experiência incrível, tanto pelo aprendizado como pela oportunidade de estar fazendo algo por mim mesma.

Quando se passa grande parte da vida fazendo coisas em favor de outras pessoas, é realmente impressionante quando se faz algo por si próprio.

Com o Meu Redator, foi exatamente assim que eu me senti, começando a fazer algo porque eu queria fazer. Era algo que eu podia fazer por mim mesma, sem depender de influências alheias.

A leitura sempre foi uma paixão desde o momento em que aprendi a ler. Com o passar do tempo, essa paixão pela leitura se transformou e foi quando eu comecei a escrever tudo que me passava pela cabeça. 

Desde diários até contos de ficção, eu escrevia sobre tudo e sobre todos. Mas nunca passou realmente pela minha cabeça que eu poderia fazer isso como uma profissão. Até que a oportunidade estava bem na minha frente.

Como é trabalhar como redatora freelancer em home office

Para muitos, trabalhar em home office é algo que nunca sequer foi imaginado. Mas para alguém que passou grande parte da vida dentro de casa, trabalhar em casa é tão natural como respirar.

São inúmeras as vantagens de se trabalhar em home office, que eu dividiria como:

  • Ter a liberdade de fazer seus próprios horários e montar sua agenda como for melhor para você;
  • Poder focar no que precisa ser feito sem ficar se preocupando com metas e prazos;
  • Estar em um ambiente confortável e conhecido;
  • Ter mais liberdade na hora de interligar os afazeres domésticos com o trabalho;

Uma coisa essencial para trabalhar em home office é a habilidade de conseguir focar em um assunto sem ficar o dia inteiro procrastinando.

Se há algo que precisa ser feito, você precisa ter disciplina para conseguir terminar no tempo determinado. Dessa forma, conseguir focar no que precisa ser feito sem ter alguém te supervisionando, dá uma sensação muito melhor na hora de escrever. 

Um dos grandes problemas ao fazer qualquer coisa é a pressão que colocamos sobre nós mesmos, com prazos e metas que precisam ser cumpridas.

Além disso, para aqueles com algum tipo de ansiedade social, é realmente muito cansativo estar fora de casa lidando com pessoas o dia todo. 

Mas se você trabalha como freelancer em home office, você se vê livre dessa pressão, consequentemente é muito mais fácil de realizar seu trabalho.

Poder escolher os horários para trabalhar é algo que facilita muito a vida para aqueles que também precisam cuidar dos afazeres domésticos. Então estando em casa o dia todo é realmente muito bom para conseguir lidar com todas as tarefas sem me sentir exausta.

Acima de tudo, poder fazer os meus horários, escrever quando a inspiração permite e estar sozinha no meu espaço, é realmente algo muito importante para mim.

Transformando uma paixão em profissão

Confúcio, um filósofo e pensador chinês, deixou um ensinamento que provavelmente valerá para toda a história da humanidade: “Escolhe um trabalho de que gostes e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida.”

Na verdade, eu achava que isso era apenas algo que alguém que nunca trabalhou na vida diria. Até que comecei a trabalhar como redatora e minha opinião sobre o assunto mudou completamente.

É muito difícil quando você precisa fazer as coisas por necessidade, pois assim você perde a capacidade de refletir se poderia estar fazendo algo diferente.

Antes de começar a trabalhar como redatora, eu sempre tive aquela coisa de ajudar no negócio da família porque era necessário. Mas em nenhum momento eu parei para pensar se eu realmente gostava de estar fazendo aquilo.

Conforme o tempo foi passando, comecei a pensar se eu não podia fazer algo relacionado ao que eu realmente gosto: leitura e escrita. 

Foram alguns anos de tentativas e desistências, até ver que a oportunidade estava bem na minha frente. Foi então que eu decidi que era hora de fazer algo por mim mesma, começar a viver a minha vida. 

É bem assustador começar a fazer algo por si próprio pela primeira vez em muito tempo, mas foi só nesse momento que percebi o quão feliz eu estava por estar fazendo algo pra mim mesma.

Foi nesse momento também que percebi o quão cansativo é viver em prol de terceiros. Trabalhar fazendo algo por obrigação, em um lugar onde não há o mínimo de reconhecimento.

Responsabilidades de ser um redator freelancer

Não é como se fosse um trabalho sem compromisso, onde o redator pode escrever o que quiser. É preciso estar sempre atento aos assuntos relacionados a certo tema, tomando sempre o cuidado de buscar informações corretas.

É muito melhor escrever determinado artigo se você já tem todo o conhecimento sobre o assunto em questão, de forma que o ato de escrever fica muito mais fluído. Assim, você consegue produzir sem grandes dificuldades, tendo consciência de que está fazendo um bom trabalho.

No entanto, nem mesmo a familiaridade com o tema dispensa o estudo e as pesquisas constantes, não só para facilitar mas também para te dar segurança de que o que você está escrevendo está correto e atualizado. 

É um esforço que vale muito a pena, pois é uma sensação muito boa saber que o conteúdo que você está divulgando pode ajudar várias pessoas em diversas áreas. 

Além do conhecimento necessário, é muito importante levar em consideração se você quer viver fazendo isso, pois é de total responsabilidade do redator freelancer a quantidade que ele irá receber, já que o valor pago ao final do mês corresponde ao que você produziu. 

Então, você precisa fazer um bom planejamento e produzir determinada quantidade para ganhar determinado valor.

Trabalhar dessa forma é realmente gratificante, pois você vê claramente o resultado do seu trabalho todos os dias, a cada novo conteúdo que você produz.

Se você está pensando em começar a trabalhar como redator freelancer, ou até mesmo se já tiver experiência na área, mas estiver procurando mais oportunidades, comece a escrever para o Meu Redator. Se inscreva na plataforma gratuitamente e aumente os seus rendimentos com segurança!