(Rapidinhas) Saiba agora como usar as figuras de linguagem em seus textos!
4.5 (90%) 8 votos

As figuras de linguagem são expressões conotativas da nossa língua, ou seja, são expressas em sentido figurado. A vantagem do uso desses recursos linguísticos é a sua flexibilidade, por meio da qual você trabalha a ambiguidade das palavras ou o sarcasmo (ironia), por exemplo.

Por oferecer esse benefício, usar esses termos corretamente é o ponto chave para enriquecer sua escrita na web. Pensando nisso, o blog post de hoje listou as expressões linguísticas mais utilizadas na produção de conteúdo e como você deve aplicá-las. Vamos começar?

Metáforaanalogias-metaforas

A metáfora é uma comparação implícita pela qual não há os termos comparativos “como” ou “tal qual”, por exemplo. Na frase “Joaquina tem um coração de pedra”, sabemos que ela não tem uma rocha no peito, mas temos noção de que  trata-se de uma pessoa rígida ou sem sentimentos, como costumamos dizer. Notou que a frase definiu a Joaquina sem precisar escrever diretamente as suas qualidades ou defeitos?

Esse é o ponto fundamental da metáfora: ela enriquece a sua escrita na web e reforça seus argumentos.  Veja como a metáfora pode ser usada para escrever sobre um tênis de corrida: “Seja o Bolt da sua cidade com nosso tênis de corrida.” Só com essa frase você transmitiu ao seu leitor a mensagem de que o seu calçado é o melhor do mercado.

Símile

A símile (ou comparação) se parece com a metáfora, mas ela tem o elemento de comparação. Leia o seguinte trecho da música “Te ver”, composta por Samuel Rosa, Leo Zanetti e Chico Amaral: “Te ver e não te querer (…) / É como mergulhar no rio / E não se afogar”. Note que a expressão linguística aponta uma semelhança particular entre os elementos comparados.

Fazer essas comparações também é um diferencial para a produção de conteúdos, pois ela oferece mais clareza para os seus argumentos. Por exemplo: “Que tal tocar guitarra como o Samuel Rosa? Com o nosso curso prático de música, você vai aprender todas as técnicas musicais em 1 ano”. Ao fazer a comparação com o cantor, foi possível criar um ótimo argumento para vender cursos musicais.

Analogia

A analogia também é uma espécie de comparação cujo diferencial é aproximar 2 entidades distintas. Veja essa frase: “o que a voz é para um cantor, a escrita é para um redator web”. Aqui foi explicado de forma simples a importância da escrita, aproximando o redator com o cantor.

O uso dessa figura de linguagem facilita o entendimento sobre um tema complexo. Imagine escrever sobre a importância da alimentação e hidratação para a saúde das pessoas, usando a seguinte analogia: “Assim como a planta da sua casa precisa ser regada e adubada diariamente para crescer forte e saudável, o ser humano precisa comer bem e beber pelo menos 2 litros de água todos os dias.” Com essa frase ficou  fácil entender como se alimentar e se hidratar nos faz bem, não ficou?

Portanto, o uso de figuras de linguagem comparativas (metáfora, símile e analogia) é essencial para a escrita na web. Pois elas prendem a atenção de quem lê seus conteúdos e vendem de forma clara e rica as suas ideias. Só tome cuidado com o uso de palavras que podem levar o leitor a entender sua mensagem de modo equivocado, combinado?

Com certeza há mais expressões linguísticas que agrega valor à produção de conteúdos. Quais outras figuras de linguagem você conhece? Conte para a gente quais delas você mais usa e como elas te ajudam!