FAQ

Redator

Como atuo no Conteúdo Expresso?

A primeira pauta pode ser publicada de forma free. Nas seguintes, será necessário fazer a inscrição e assinar um plano de assinatura.

Como consigo clientes pela plataforma?

Existem dois meios.

No primeiro, será pela publicação da pauta. Ela precisa conter o máximo de informações possíveis (assunto, tópicos a serem explorados, quantidade de palavras, persona, etapa do funil etc), pois é ela quem vai atrair seus clientes. Esse texto pode já estar escrito ou, ainda, ter a possibilidade de ser produzido por você. Em seguida, é só esperar a empresa entrar em contato com você que pode ser pelo chat da plataforma, ou acessando o seu site e contatos.

A outra forma é encontrando solicitações de clientes para textos com assuntos sobre os quais você esteja apto a escrever.

Quanto posso receber por cada texto?

O próprio redator estipula o quanto vale cada produção sua, com base na dificuldade da pesquisa, na quantidade de palavras etc. Isso é bem subjetivo. A empresa pode pedir uma negociação também. Porém, o redator tem todo o direito de negar, caso não ache proveitoso.

Os textos são escritos como ghostwriter?

Existem as duas opções. Você poderá fazer a proposta de vender textos com sua assinatura, caso assim queira, ou não. É só você informar no cadastro da pauta.

Qual a vantagem que tenho assinando a plataforma?

Por meio do Conteúdo Expresso, o redator tem mais autonomia e liberdade para fazer seu job. Ele tem a iniciativa de propor suas produções e estabelecer o quanto pretende receber por cada uma. Caso não ache justa a sugestão que a empresa fizer, ele pode fechar o acordo com outra que aceite.

Além disso, o Conteúdo Expresso possibilita que o redator tenha mais visibilidade e construa seu marketing pessoal, podendo atrair cada vez mais clientes.

Como a plataforma me ajuda a gerar mais visibilidade como redator?

Na nossa plataforma, o redator pode ser mais ativo. Pois, como já dito, é ele quem tem a iniciativa de vender seus textos, podendo usar esse espaço virtual para se autopromover. Além disso, trabalhamos com um sistema de avaliação, no qual a empresa pode pontuar o trabalho que recebeu, o que dá ainda mais credibilidade ao conteudista.

Haverá responsabilidade do Conteúdo Expresso caso eu tenha problemas com o cliente?

A plataforma tem a finalidade apenas de fazer uma ponte entre o redator e a empresa, e por isso não se responsabilizará por esse tipo de transtorno caso venham a ocorrer. Aconselhamos fortemente, no entanto, que o redator faça suas negociações da forma mais clara e segura possível, e que tenha dados do cliente para tomar as devidas providências, caso necessário. Você também pode fazer um contrato de prestação de serviços (o que é recomendado para projetos grandes, principalmente).

Além disso, você pode verificar a avaliação da empresa no perfil dela.

Posso colocar no meu portfólio os textos que vendi?

Se você fez seu trabalho como ghostwriter, você não tem os direitos autorais sobre ele. Logo, fazendo isso, poderá ter problemas por ser considerado plágio.

Tenho textos no meu portfólio que ninguém postou ainda. Posso vendê-lo no Conteúdo Expresso?

Se seu portfólio estiver com o conteúdo indexado no Google, não. Pois os robôs do mecanismo de busca vão considerar como conteúdo duplicado. Entenda mais sobre o assunto lendo este artigo.

Como recebo o pagamento pelos textos vendidos?

Você deverá entrar em acordo com o cliente e decidir com ele a melhor maneira. A plataforma Conteúdo Expresso não faz a intermediação de pagamentos.

Como funciona o procedimento do leilão?

Ao criar o anúncio, o redator estipula o valor mínimo desejado pelo texto. Quando o leilão é iniciado, as empresas poderão dar seus lances. Após o prazo de 10 dias, é declarado o vencedor. Então, o redator entra em contato com ele para combinar forma e prazo de pagamento e entrega.  Caso o vencedor se arrependa, o redator decide se entra em acordo com o segundo colocado, ou se abre outro leilão.

Como será feita minha interação com o cliente?

Em cada anúncio, existe um botão que direciona a um chat. O contato poderá ser feito dessa forma.

Empresa

Como encontro um redator que faça o texto que eu quero?

Na plataforma, você pode navegar entre os temas que deseja. Dentro deles, os redatores publicam pautas referentes a um texto que já está escrito ou que terá a possibilidade de fazê-lo. Se encontrar o que você quer, é só entrar em contato com o redator, por meio do chat, para acordar prazos, valores etc.

Posso fazer meus pedidos de textos na plataforma?

Caso você não encontre nas pautas publicadas uma referente ao conteúdo que você deseja, você pode fazer o pedido. Para isso, será preciso se cadastrar na plataforma, acessar o seu painel e ir em 'Seus anúncios de pautas' e selecionar 'Anúncio de pedido de pauta'.

O Conteúdo Expresso se responsabiliza pelo trabalho do redator?

O objetivo da plataforma é facilitar o elo entre redator e a empresa. Porém, a plataforma não se responsabiliza por problemas nos acordos.

Os redatores inscritos na plataforma pagam uma mensalidade para estarem aqui. E, em geral, desejam construir uma reputação. Sendo assim, a possibilidade de um transtorno sério é baixa.

Mas o recomendado é ter alguns dados do redator e meios de contato para tomar as devidas providências caso algo aconteça. Um contrato simples de prestação de serviços também pode ser feito, principalmente para projetos com grande valor.

Além disso, você terá a possibilidade de avaliar o trabalho do redator, após fechar negócio com ele.

Posso ter nota fiscal dos textos que comprei?

Sim, para participar da plataforma é necessário que o redator tenha CNPJ. Então, é recomendado você solicitar a nota fiscal do serviço. Para isso, você pode e deve tratar diretamente com o profissional contratado.

Posso tentar entrar em acordo sobre o valor do texto, se eu achar caro?

Os redatores costumam fazer a proposta com base em alguns fatores, como: média de mercado, qualidade do texto, habilidade que eles têm, tempo gasto com pesquisa e escrita etc. Então, assim como as demais profissões, o recomendado é valorizar o trabalho do profissional.

Você pode, sim, fazer a proposta, caso ache acima das suas possibilidades. Mas o redator tem a liberdade de não aceitar.

Como faço o pagamento para o redator?

Isso será acordado entre vocês dois, antes da produção do conteúdo.

Quero modificações no conteúdo que recebi. Faltam informações ou o texto não estava de acordo com que eu esperava. Posso pedir isso ao redator?

A princípio é um direito seu pedir ajuste no texto, sim.

Contudo, para evitar que isso aconteça (e atrase a entrega do trabalho final), é recomendado que você leia com atenção a pauta ou, então, já dê algumas orientações (quanto mais, melhor) antes que o redator comece o trabalho dele. Quanto mais clara a definição inicial, mais chances de você gostar do trabalho recebido.