5 mitos (e suas verdades) sobre ser redator freelancer
5 (100%) 4 votos

Ser redator freelancer realmente tem muitas vantagens e isso tem atraído muitos novos interessados em ganhar um dinheiro extra escrevendo. No entanto, alguns mitos ainda circulam em torno desta profissão ascendente no mercado.

Conheça agora os 5 mitos mais comuns sobre trabalhar como redator freelancer e como acontece na realidade.

 

Mito 1. O redator freelancer não tem que se preocupar com horários

De fato, o redator freelancer tem uma flexibilidade grande de horários e tem mais liberdade para trabalhar no período que se achar mais produtivo. Mas, se estiver com uma demanda grande de artigos, talvez não seja possível escolher.

Por este mesmo motivo é que o redator não poderá dormir todos os dias até ao meio dia, por exemplo, como muitos pensam. Por mais que ele compense madrugada adentro, com o tempo esta rotina pode comprometer a saúde, a vida social e o rendimento como profissional.

 

Mito 2. Trabalha o dia inteiro de pijama

Realmente o redator que trabalha em casa não precisa seguir à risca o protocolo de roupas certas a serem usadas em um emprego formal. Afinal, ele está no conforto da sua casa e pode relaxar um pouco mais.

No entanto, vestir-se de forma mais apropriada e voltada para o trabalho é maneira eficaz de influenciar positivamente a sua produtividade.

Assim como é importante ter um pequeno escritório em casa, o home office, também é interessante se preparar para encarar mais um dia de trabalho. E escolher a roupa que vai usar é uma etapa deste processo.

 

Mito 3. É o fim do estresse, já que não tem que seguir ordens do chefe

Um dos grandes atrativos da vida do redator freelancer é a ausência de um chefe para lhe dar ordens. É verdade, você não terá um chefe, mas terá clientes que também são exigentes e têm prazos definidos.

Desta forma, você ainda terá regras a seguir, mesmo trabalhando por conta própria. A boa notícia é que você é o seu próprio chefe e ninguém melhor do que você para saber e definir a melhor forma de trabalhar.

 

Mito 4. Dá para ganhar muito dinheiro, basta querer

É possível sim viver apenas do seu trabalho como redator freelancer, porém, para chegar a este patamar, é preciso investir bastante em conhecimento e adquirir experiência. Aliás, essa é a dica principal para iniciantes.

É verdade que o valor da hora de trabalho é bem mais vantajoso se comparado a um emprego formal, mas isso também depende de clientes que aceitem pagar o que realmente vale o que você desenvolve.

Por fim, quanto mais produtivo você for, mais grana vai entrar no seu bolso. Portanto, faturar alto no final do mês depende bastante do seu empenho em produzir mais e com qualidade, claro.

 

Mito 5. O redator freelancer pode fazer o que quiser, na hora que der vontade

Por mais flexível que seja a agenda do redator, ele precisa se planejar e organizar bem o seu dia para dar conta de todas as atividades. Principalmente se quiser desfrutar de um passeio à praia em um fim de tarde qualquer, por exemplo.

É importante saber se adaptar e fazer trocas inteligentes, de acordo com o que for mais conveniente naquele momento. Afinal, produtividade é essencial para um bom rendimento no final do mês.

Trabalhar como redator freelancer é uma experiência prazerosa e que vale bastante a pena. E se você estiver ciente de todas as exigências que a profissão possui, conseguirá desempenhá-la da melhor forma possível, com retorno financeiro e qualidade de vida.