Como fazer para seu site ficar na primeira página do Google: Entenda como fazemos
5 (100%) 2 votos

Para ter o site na primeira página do Google, é imprescindível utilizar técnicas de SEO.

Alcançar o topo do ranking e gerar muitos cliques à própria página é o desejo de todo mundo que está na Internet, não é?

Porém, o SEO não é uma estratégia conhecida por todos. Apenas alguns a dominam. Quer entender melhor do que estamos falando? Então continue a leitura e entenda como fazer isso!

 

O que é SEO

O SEO é um conjunto de técnicas de otimização para mecanismos de buscas em sites e artigos, para que as páginas possam ser encontradas nas primeiras posições dos buscadores. Como a maioria das pessoas usa mesmo o Google, ele acaba sendo parâmetro para essa avaliação. Mas podem ser usados outros, como o Bing e o Yahoo!

E por que é importante estar nessas primeiras posições?

Para que as pessoas consigam encontrar de forma fácil um produto ou serviço que você ofereça. E assim aumentar suas chances de venda.

Portanto, estar na primeira página é ter uma posição privilegiada, pois é nela que se dá a grande parte dos cliques pelos usuários.

Então, como dito, o SEO é um conjunto de técnicas. Isso porque não existe uma única coisa a se fazer. É preciso utilizar várias ações. “E quais ações seriam essas?” é o que você deve estar se perguntando, não é mesmo?

O Google usa cerca de 200 fatores para rankear bem um site. Os principais são os seguintes:

 

1. Tempo de carregamento dos sites

A velocidade em que a página carrega é um dos fatores importantes para a experiência do usuário ao navegar. Se o carregamento for lento, ele logo se cansa e desiste do site.

 

2. Responsividade Mobile

As pessoas estão conectadas em seus celulares o tempo todo. O Google já se posicionou dizendo que os sites que tivessem uma boa responsividade para tablets e smartphones levariam vantagem.

 

3. Sites seguros

Os sites que usam certificado HTTPS e SSL também possuem mais chances de conseguir melhor posição no ranking.  Esse protocolo permite que a comunicação entre o servidor e o computador de quem o acessa seja mais segura.

 

4. Design do site

O modo como o site é arquitetado poderá dificultar ou facilitar a experiência do usuário. Uma página que não seja intuitiva ou tenha botões escondidos tende a ser mais rejeitada.

 

5. Idade do site

Os sites mais antigos, mas que continuam tendo os conteúdos atualizados, tendem a apresentar melhores posições para o Google.

 

6. URLs curtas e objetivas

As URLs precisam descrever de forma direta e com poucas palavras o conteúdo da página.

 

7. Palavra-chave nos locais corretos

As keywords precisam ser colocadas nas URLs, nos títulos das páginas, nas imagens, na meta description e, ainda, serem inseridas ao logo do artigo nas posições apropriadas. As palavras-chave precisam ser usadas como um conjunto, e não apenas em um lugar isolado.

 

8. Links internos e externos

Os links ditam a importância e popularidade de um site.  É importante trabalhar com uma linkagem interna, dentro dos seus artigos, apontando para outros artigos do seu próprio site. Mas é mais relevante ainda você conseguir links de outros sites importantes que apontem para o seu.

Todavia, esses sites não podem ter má reputação e precisam ser de um tema aproximado ao seu. Caso contrário, o Google poderá penalizar a sua página.

 

9. Conteúdo de qualidade

Esse é um dos fatores mais importantes. Por isso tanto se fala em marketing de conteúdo hoje em dia.

A vantagem de se trabalhar com um blog dentro do próprio site é que você consegue atrair muitos clientes ao seu serviço. Porém, o conteúdo dos artigos precisa ser de qualidade e possuir técnicas de SEO aplicadas nele.

O Google prioriza as páginas em que o tempo de permanência do usuário nela é maior. Ele consegue perceber quando alguém clica no link e não lê o artigo até o final. Esse mecanismo, chamado bounce rate, ou taxa de rejeição, diz para os robôs do Google que o conteúdo escrito não responde às perguntas do leitor.

 

Estamos na primeira página do Google

Um exemplo, para você perceber o que conseguimos fazer no Meu Redator, é que estamos na primeira página do Google quando alguém digita a palavra-chave “redator freelancer”.

Perceba que a URL é simples, temos a palavra-chave no título e ao longo do artigo e ainda um conteúdo de qualidade, que garante que o usuário leia o texto até o final.

Além disso, temos um trabalho especial no site, com responsividade móbile, certificado HTTPS, com um design intuitivo para o visitante.

Estar nos primeiros resultados com essa keyword não é fácil, pois a concorrência com ela é imensa. Porém, como você percebeu, não é impossível. É preciso fazer um trabalho de SEO em muitos fatores para que apareçam os efeitos dele.

 

Verdades e mitos sobre SEO

Os mitos fazem parte de toda teoria. Aqui não é diferente. Acompanhe alguns:

 

1. O SEO é feito apenas uma vez

Mito. De tempos em tempos as regras de SEO são alteradas. Então você precisa ficar por dentro do que está funcionando no momento. Além disso, os concorrentes também estão tentando melhorar suas estratégias o tempo todo.

 

2. Comprar links pode prejudicar o site

Verdade. Esse fator tem um risco elevado de violar as diretrizes do Google para uma boa prática de SEO e fazer sua página cair no ranking.

 

3. Os pop-ups podem afetar a página

Verdade. Muitos pop-ups podem dificultar a experiência do usuário no site, fazendo com que ele se canse e busque outro.

 

4. SEO demora bastante tempo para dar um resultado

Mito. Vai depender de muitos detalhes, como a concorrência, por exemplo.  Em alguns casos, em pouco tempo você poderá conseguir o topo.

 

5. Quanto mais keywords usar, melhor

Mito. Isso já foi uma verdade. Porém, no momento atual, um site que possua palavras-chave de forma exagerada pode ser penalizado pelo Google, por ter cometido o “keyword stuffing”, algo que ele abomina.

 

Aqui no Meu Redator, também ajudamos nossos clientes a alcançar melhores resultados por meio dos artigos otimizados com as técnicas de SEO.

Além disso, nossos redatores trabalham, ao longo do texto, com diversas estratégias de marketing, como o inboud marketing e copywriting, mantendo, sempre, a mesma  qualidade do conteúdo.

Entre em contato com o Meu Redator e contrate seus artigos com técnicas de SEO para melhorar seu posicionamento no Google.