Escrito por Mariana S.

Se tornar um profissional freelancer é uma atitude que pode gerar incertezas e medo, no começo, afinal, esse caminho não aparenta ter a mesma segurança que um emprego CLT.

Eu mesma, quando comecei, fiquei confusa ao pensar sobre o futuro. Entretanto, depois de alguns meses de trabalho e de conhecer o Meu Redator, posso dizer que as incertezas e preocupações já não fazem mais parte do meu dia a dia.

A plataforma auxilia você a ter segurança sobre o que está sendo produzido, a aprimorar a qualidade dos trabalhos entregues e, portanto, a se transformar em um profissional melhor.

Se você está pensando em apostar nessa carreira, lhe dou um conselho: continue lendo o meu depoimento! Vou explicar mais sobre o meu trabalho como redatora freelancer e, é claro, a minha experiência com o Meu Redator. Vamos lá?

 

Antes de começar, uma apresentação

Sei que você quer saber sobre o cotidiano de uma redatora freelancer e o Meu Redator, porém antes de lhe explicar esses dois tópicos, vou me apresentar para que você entenda um pouco mais sobre minha trajetória. Quem sabe ela não é parecida com a sua?

Sou formada em Jornalismo, assim como boa parte dos redatores freelancers. Contudo, para se tornar um, não é preciso ter essa formação ou outra relacionada à comunicação, como Publicidade e Marketing. O importante é que você goste de escrever, entenda de Marketing de Conteúdo e redação para web.

Em 2017, quando me formei, não sabia praticamente nada sobre Marketing de Conteúdo e produção de textos para a web. Entretanto, enquanto procurava oportunidades de emprego, me deparei com relatos de profissionais que explicavam como entraram nesse caminho (assim como faço agora). E gostei!

Comecei a trabalhar como CLT na área de Jornalismo, porém iniciei também meus trabalhos como redatora freelancer. Na época, era só um complemento para a minha renda. Em 2019, resolvi apostar nessa profissão e, hoje, trabalho full time nessa colocação.

 

O trabalho de redatora freelancer

Ao contar uma história resumidamente, tudo parece muito simples, mas a realidade não é bem assim. Depois que descobri a oportunidade de ser redatora freelancer, precisei aprender a escrever como uma.

Para isso, fiz cursos online e escrevi textos para conseguir meus primeiros trabalhos. Então, caso você ainda não conheça muito sobre Marketing de Conteúdo e produção de textos para a web, o primeiro passo é aprender.

Há bastante material com dicas para redatores (e para aqueles que desejam se tornar um) na internet mesmo. Boa parte, inclusive, de alta qualidade. Depois, é claro, você precisa testar seus conhecimentos, começar a produzir conteúdo e a procurar clientes. Foi o que fiz.

 

Como é o dia a dia de uma redatora freelancer

Hoje, com a ajuda de plataformas como o Meu Redator, recebo demanda de textos todos os dias e vivo como redatora freelancer. O cotidiano é bem mais dinâmico, pois o trabalho é home-office e há uma grande flexibilidade de horário. Então, planejo minhas horas de serviço de acordo com minhas responsabilidades e compromissos.

Isso é ótimo, porque tenho mais liberdade para organizar a minha semana. Acredito que esse seja um grande diferencial de ser redatora freelancer e um dos principais atrativos para os demais profissionais que desejam iniciar os trabalhos na área. Entretanto, para conseguir criar bons textos e entregá-los em dia, é preciso ter bastante disciplina.

Sem essa característica, dificilmente um profissional freelancer será bem-sucedido. Afinal de contas, os clientes não vão confiar em um redator que não entrega seus trabalhos dentro do prazo, não é mesmo? Se eles não confiarem no profissional, vão apenas passar as demandas para outro que seja mais organizado. Então, a disciplina é uma constante no dia a dia.

Quando comparado ao cotidiano de um trabalhador CLT, geralmente, os freelancers têm dias mais tranquilos. Isso não acontece porque o serviço é fácil, mas sim porque, em uma instituição, há mais cobranças de chefes e até profissionais de outros setores, dependendo da área de atuação do profissional.

Desde que passei a trabalhar em casa, tenho mais tempo para me dedicar às produções, pois não tenho que cumprir demais solicitações de uma empresa. Sendo assim, sinto que entrego um serviço mais bem produzido, além de ter uma rotina mais calma.

 

Como encontrei o Meu Redator

No final de 2018, decidi que ia me arriscar e apostar na vida de redatora freelancer full time. Então, me preparei, saí do meu emprego CLT, aproveitei para fazer um intercâmbio e, no primeiro semestre de 2019, estava tentando conseguir mais freelas, já que me dedicaria totalmente a esse trabalho.

Foi aí que encontrei o Meu Redator. Vi o que era necessário para ser uma redatora freelancer da plataforma e decidi tentar, pois a primeira impressão que tive é de que era uma empresa confiável.

Alguns dias depois, já obtive uma resposta e recebi uma demanda. Aos poucos fui recebendo mais e mais trabalhos, e atualmente, boa parte dos meus rendimentos vêm dessa plataforma. O Meu Redator realmente faz um trabalho sério e confiável e, por isso, fico muito contente de ter encontrado a empresa. Agora, você pode estar pensando: bacana, mas como é realizar serviços para a plataforma?

 

Como é escrever para o Meu Redator

Quando você se candidata para produzir textos para o Meu Redator, deve escolher uma especialidade, como marketing ou saúde, e enviar um texto sobre o tema, que será analisado pelo time da plataforma.

Você pode mandar conteúdo para mais de uma categoria. Depois, conforme você for produzindo mais material, também pode receber demandas de outras especialidades e começar a redigir textos sobre mais assuntos.

Como várias instituições contratam o Meu Redator para a produção de conteúdo, os formatos de texto que você deve criar são igualmente diversos. Por exemplo, pode ser um artigo para blog, revista, descritivo de categorias, entre outros.

Uma grande vantagem do Meu Redator é que a comunicação com a equipe é frequente e clara. Ou seja, os colaboradores estão sempre prontos para ajudar, tirar dúvidas sobre uma determinada produção e preparados para encontrar o melhor prazo de entrega, tanto para a empresa, quanto para você. Isso é muito bacana, pois com uma comunicação direta e objetiva, todos podem alcançar resultados melhores.

Em alguns casos, após receber o texto, o cliente pode devolvê-lo para que os redatores façam alguns ajustes. Então, você se lembra de que falei lá no início que a plataforma dá segurança e auxílio para que os freelas se tornem profissionais melhores?

Pois bem, isso acontece justamente quando você recebe um texto de volta. Ao ver os comentários e pedidos de ajuste, você consegue saber em quais pontos precisa aprimorar o seu trabalho. Essa é a única forma de descobrir o que não está funcionando em seus textos e o que pode ser melhorado.

Além disso, no Meu Redator não há um limite de textos que você pode pegar por vez, semana ou mês. A equipe lhe passa as demandas e você pode aceitá-las, desde que consiga entregar bons conteúdos e tudo dentro do prazo.

 

É bom trabalhar como freelancer para o Meu Redator?

Você já deve ter percebido que estou satisfeita com a atenção e dedicação que recebo do time da plataforma. Entretanto, há ainda mais itens positivos que transformam o Meu Redator em um bom negócio para redatores freelancers.

O primeiro ponto interessante é que, ao começar em um ramo diferente, qualquer profissional precisa ter experiência e trabalhos concretos para mostrar aos seus clientes em potencial. Com a plataforma, você consegue ganhar essa vivência de maneira mais rápida, pois ela lhe envia demandas que já possui.

Isto é, não é necessário buscar o cliente. O Meu Redator se encarrega disso e espera que você entregue um bom conteúdo, de acordo com o briefing que foi passado.

Ao escrever para uma plataforma na internet que não conhece, é normal que você sinta insegurança. Afinal, como ter a certeza de que a empresa vai lhe pagar tudo certinho? Com o Meu Redator, não é preciso ter esse tipo de preocupação, pois existe um controle grande sobre as produções e os pagamentos são sempre feitos corretamente.

Os conteúdos feitos por você são anotados em uma planilha compartilhada, em que ficam armazenados diversos dados sobre o material entregue. Dessa forma, é bem mais fácil acompanhar o seu trabalho e os seus ganhos.

As solicitações de saque podem ser feitas a cada R$ 150,00 ou duas vezes ao mês, já que se você se dedicar bastante à plataforma, conseguirá alcançar esse valor facilmente em menos de um mês. Com esse limite, é possível acumular um pouco mais de dinheiro em vez de receber muitas transferências pequenas.

Após o pedido, o valor solicitado cai na sua conta em até 5 dias úteis. Nunca tive problemas com o pagamento e ele sempre caiu dentro do prazo estipulado. Esse fato é muito positivo, pois você é capaz de se organizar melhor financeiramente.

O Meu Redator é uma plataforma séria e confiável, que dá suporte e segurança para o seu trabalho. Com ele, você ganha experiência, consegue aprimorar o seu trabalho, com a certeza de que terá apoio da equipe e receberá os seus ganhos da maneira correta.

Se você está pensando em começar a trabalhar como redator freelancer, ou até mesmo se já tiver experiência na área, mas estiver procurando mais oportunidades, comece a escrever para o Meu Redator. Se inscreva na plataforma e aumente os seus rendimentos com segurança!